quarta-feira, 19 de março de 2008

Estilos de Abordagens

E ai pessoal, seguindo com algumas dicas de abordagens vamos quebrar um pouco o gelo e vamos falar de alguns estilos de abordagem claro com um toque de humor.

Estilos:

• O Empolgado – Pula na frente do cliente dando um sonoro “BOM DIA” e nem sempre é correspondido pelo seu cliente, vantagem: O cliente pode ser envolvido com o entusiasmo do seu vendedor, desvantagem: O cliente pode se assustar com a abordagem e ficar ainda mais fechado e sair da loja.

• O Palhaço – Sempre cumprimenta o seu cliente e em seguida faz uma piadinha pra tentar quebrar o gelo, ou tentar aparecer para os amigos de trabalho, vantagem pode realmente quebrar um gelo inicial com o cliente mais na maioria das vezes sempre deixa sem jeito seu cliente ou até mesmo cria certo bloqueio dificultando ainda mais a pesquisa do cliente.

• O Carinhoso – Sempre começa com um “Bom Dia” agradável mais sente que tem que colocar a mão no ombro do cliente, abraçar o cliente, puxar o cliente e às vezes força o tradicional “três beijinhos” forçando uma intimidade que ainda não tem com o cliente, isso têm sérias conseqüências à primeira delas nem todo mundo gosta de ser tocado, segunda o cliente não tem tanta liberdade com o vendedor a ponto do contato físico e pode disfarçar e sair da loja imediatamente e a mais perigosa delas o ciúme do parceiro ou da parceira, pois nem sabe qual é o temperamento dos clientes, beneficio quem consegue diferenciar a abordagem carinhosa sem malicia se entrega e a venda flui normalmente.

• O Vidente – Já começa falando um “Bom dia” rápido e desconfiado. Ele da preço pro cliente e adivinha se o cliente tem ou não tem dinheiro, devido ao seu próprio “acho-metro”, esse é um vendedor vilão ele certamente esta jogando fora vários clientes bons e prejudicando o bolso do patrão e o pior de tudo dele mesmo, um absurdo.

• O Atrapalhado – Começa trocando o “Bom dia” pela “Boa tarde” se atrapalha sempre com o nome do cliente e nem mesmo sabe qual direcionamento dar a venda, perigoso porque automaticamente o cliente já começa a se soltar e tirar um sarrinho da cara do vendedor e ainda mais se o cliente dominar sobre o assunto.

• O Ansioso – Começa a abordagem querendo já terminar a venda.

• O Jornalista – Sempre aborda o cliente com uma noticia quentinha que viu no jornal de manhã, isso pode ser bom, pois o cliente vê que o vendedor está ligado no dia-a-dia, ruim por alguns motivos, o cliente entrou pra comprar um produto e não pra se informar de algo, o próprio vendedor tira a atenção do cliente pela venda, dependendo da noticia pode tirar o entusiasmo da venda ou criar mal estar ao cliente.

• O Noveleiro – Aborda o cliente e continua prestando atenção na conversa das amigas de trabalho para debater sobre o que aconteceu na novela de ontem, e nem atenção pro cliente dá.

• O Relações Publicas – Aborda o cliente e sai apresentando a todos e a loja pro cliente mesmo sem antes pesquisar se o cliente já conhece a loja.

• O Desesperado – Aborda o cliente de olho na porta já querendo pegar outro cliente.

• O Folgado – Aborda o cliente relaxado e tirando sarro dele para seus amigos de trabalho ver que ele domina a situação, isso espanta o cliente que nunca mais passa nem na porta da loja, a pior de todas.

• O Tímido – Aborda o Cliente com um “Bom dia” que nem mesmo o cliente consegue escutar, pronto já era o cliente passa a dominar a venda e um não pode surgir com mais facilidade.

• O Mal Humorado – Ele nem queria estar ali, trabalha porque é obrigado às vezes, e nem sempre cumprimenta seu cliente e quando o faz é com cara feia ou até mesmo com raiva por ter que atender aquele cliente.

• O Mudo – Sempre aborda o cliente com sinais de positivo, hang loose ou até mesmo um jóia sem vontade nenhuma.

• O Baladeiro – Aborda já se espreguiçando, pois esteve na balada na noite passada e trocaria uma venda de cem peças por uma cama. O pior que quando vem chegando à hora de ir embora ele começa a se animar porque vai sair pra balada outra vez.

• O Esquentadinho – Aborda o cliente normal, porém se o cliente não escuta ou não respondeu ele já sai de perto e diz que não vai atender mais, porque o cliente não é educado fica revoltado e manda um amigo atender, depois da venda feita ele se esquenta com o amigo porque não colocou no nome dele a venda.

• O Espertinho – Geralmente aborda na frente de um amigo de trabalho, sempre de longe e depois alega que o cliente é amigo dele.

• O Amigo – Aborda o cliente com uma amizade tão grande que deixa o cliente tão amigo, tão amigo que da a liberdade pro seu novo amigo dizer não e ainda defende o não dele.

• O Professor – Já aborda o cliente corrigindo frases ou até mesmo corrigindo palavras erradas geralmente se tratando de produto e marca, detalhe o cliente não é obrigado a saber pronunciar a marca ou produto técnico corretamente isso é obrigação do vendedor.

• O Papagaio – Sempre aborda repetindo o que um colega fez ou o que o cliente fala isso chega ser irritante.

• O Humorista – Aborda o cliente imitando o Silvio Santos, Pato Donald ou um artista famoso da TV, isso é extremamente ridículo e vergonhoso para loja.

• O Cantor – Aborda o cliente e começa a cantar a musica que está no som ambiente da loja, isso é ridículo.

Esses são alguns estilos de abordagens que vemos nas lojas o pior disso, que não é só culpa dos vendedores, parcela desse tremendo erro é do lojista que não investem em treinamentos para sua equipe, perdendo muitos clientes.

Judson Fabiano

* Amanhã tipo de clientes.

4 comentários:

Sandra... disse...

Olá Judson,adorei sua materia gostaria de receber umas dicas de como abordar um cliente para venda de seguro com premiação.

s_oliveruba@hotmail.com

Sandra.

3G Marketing Promocional disse...

Òla judson,tenho uma empresa de locutores e promotores de porta gostei da materia ..gostaria de algumas dicas de abordagem em porta na area de telefonia.pois com minha equipe presto serviços para algumas operadora. desde ja agradeço gill_stack@hotmail.com

Gledison disse...

Bom dia Judson, sou gerente de carteira em um banco e preciso motivar e capacitar/desenvolver a habilidade dos meus colaboradores na arte da venda.
Você pode me dar algumas dicas? alguns livros, artigos?
Tenho uma certa facilidade em vender, mas preciso muito da minha equipe para conseguir atender o que o banco espera de nós, principalmente na área de crédito, via telefone.
Agradeço muito desde já,
Gledison
gledison_lago@hotmail.com.br

Mary Genro disse...

Olá
Meu Nome é Mery,trabalho com rh e tenho que ligar para oferecer os serviços,mas não passo de um email para enviar nosso panfleto.me de umas dicas,para fechar um cliente.Mery

Translate

Vendas no mundo

Loading...